Alcançar o lucro, razão de ser de toda empresa!

A maior parte das empresas possui carência de controles internos rigorosos para mensurar o desempenho econômico-financeiro, nossa proposta é implementar as práticas atuais comprovadamente utilizadas pelas maiores empresas do mundo para monitorar a evolução do seu negócio. Consulte-nos para que possamos mostrar nossa visão e melhorar a eficiência de seu negócio.”

A mídia nacional tem mostrado que o País passa por uma crise político-econômica e moral, bem como a fragilidade das Instituições Nacionais.

Reclamar não adianta, somos todos, parte do sistema. Gerenciar a crise, também não é a solução. O negócio é agir. Ação é o que conta!

Quanto à crise, interessa lembrar o que já dizia Sun Tsu em A Arte da Guerra:

Se o general conhecer bem seu exército, e conhecer bem o seu inimigo, terá 100% de chances de vencer a guerra. De outro modo, dito por Abrahan Lincoln: Quando o estrategista falha, o soldado morre.

Trazendo o entendimento do contexto mencionado para o campo empresarial, significa dizer:  “para derrotar o inimigo (a crise), o empresário tem que conhecer bem a sua empresa (o seu exército).

MESMO EM TEMPO DE CRISE, É POSSÍVEL ALCANÇAR O LUCRO
Deixando a crise de lado e olhando para frente, temos o provérbio chinês que diz: “crise significa oportunidade”. Isso, por si só, não basta, como não basta arregaçar as mangas e ir em busca de “oportunidades”. O que interessa, neste momento, “é arregaçar as pernas da calça e entrar na lama” em busca de oportunidades. Sabemos que ela existe para uns, e por que não, para outros?

Com nossa vivência no seguimento empresarial, percebemos que mesmo em tempo de crise é possível alcançar o lucro. Isso mesmo. Alcançar o lucro!

A LINHA DE MONTAGEM DO LUCRO
Ao longo dos anos, atendendo empresas, percebemos que as empresas que não alcançam o lucro é porque não sistematizam informação*. Ou seja, informação sistematizada, de qualidade, gera conteúdo para discussão de temas estratégicos.

Sem conteúdo estratégico, a empresa perde o rumo, perde competitividade, e perde o lucro.

(*) Temas empresariais estratégicos:

Custo tributário; 2) Custo das mercadoras e/ou serviços vendidos; 3) Custo operacional; 4) Custo não-operacional; 5) E o valor do investimento.

Sem informação de qualidade a empresa fica sem rumo, navega como um barco à deriva, fato que pode faze-la ancorar em qualquer porto, e o mais próximo, com toda certeza, seria o “porto do prejuízo”.

Enfim, com ou sem crise, ao longo do tempo, percebemos que o desafio do empresário está na sistematização de informação de qualidade, por isso ele não consegue estruturar A LINHA DE MONTAGEM DO LUCRO.

Estruturar a “linha de montagem do lucro” é o nosso negócio.